CEPTRO.br

Ir para o conteúdo

VOIPix - O sistema de VoIP Peering do NIC.br

voipx.png

O NIC.br considera que a convergência tecnológica, com a Internet abarcando pouco a pouco as demais mídias, é um caminho natural de desenvolvimento, e benéfico para a sociedade. A Internet promove um uso mais eficiente da infraestrutura de telecomunicações existente, o que implica em economia, além da possibilidade de ampliação dos recursos das mídias existentes.

Nesse contexto, incentiva-se a utilização do VoIP.

O VOIPix é um sistema e VoIP Peering que permitirá aos provedores de serviços VoIP interligarem-se, possibilitando a intercomunicação direta entre seus usuários via Internet. O sistema está em desenvolvimento no CEPTRO e seu lançamento é previsto para o final de 2010.


Entendendo a importância do VoIP Peering

A utilização de VoIP já é uma realidade para muitos usuários domésticos e corporativos, promovendo redução de custos na comunicação telefônica.

Hoje, contudo, os provedores VoIP estão, de forma geral, isolados em ilhas. Conectam-se ao sistema de telefonia fixo comutado (STFC, ou PSTN, em inglês) localmente, fazendo o transporte de longa distância via Internet, permitindo a redução de custos aos usuários VoIP nas chamadas de e para o STFC. Dois provedores VoIP diferentes, no entanto, não costumam oferecer recursos para que seus usuários comuniquem-se diretamente, via Internet. Se o usuário de um provedor A liga para o de um provedor B, a ligação quase que invariavelmente passa pelo STFC.

problema-voip.png

Os provedores VoIP poderiam fazer acordos bilaterais ou multilaterais entre si, interligando-se logicamente via Internet, e permitindo dessa forma que os usuários de um pudessem localizar e comunicar-se com os usuários do outro, realizando boa parte das ligações sem a necessidade de usar o STFC.

O VOIPix é um sistema e VoIP Peering que permitirá aos provedores de serviços VoIP fazerem justamente isso: interligarem-se, possibilitando a intercomunicação direta entre seus usuários via Internet, sem o uso do STFC.

solucao-voip.png

Os acordos bilaterais são interessantes. Contudo inviáveis em escala. Um sistema centralizado onde possam ser realizados acordos multilaterais é o ideal:

voipix-multilateral.png


Entendendo a relação entre o VOIPix e o PTTMetro

É importante entender a diferença entre o peering VoIP, oferecido pelo VOIPix, e o peering Internet, oferecido pelo PTTMetro.

No PTTMetro o peering se dá na camada de enlace. Os Sistemas Autônomos Internet conectam-se fisicamente a um ponto central, chamado PTT, e geralmente trocam informações de roteamento com seus pares via BGP.

No VOIPix o peering se dá na camada de aplicação. Os provedores VoIP conectam-se via Internet ao VOIPix, trocando informações sobre seus usários e chamadas via sinalização SIP. O tráfego de voz não passa pelo VOIPix.

voipix-camadas.png

Ambos são complementares. A qualidade das ligações VoIP, e de todo tráfego Internet, pode se beneficiar das conexões locais dos Sistemas Autônomos aos PTTs do PTTMetro nas diversas regiões em que estão presentes. Uma conexão ao PTTMetro, contudo, não é condição essencial para o bom funcionamento do VoIP Peering; o importante é garantir conexões de boa qualidade à Internet.


Premissas para o projeto

Optou-se pelo desenvolvimento interno da solução a fim de se ter um controle completo da tecnologia, permitindo a prestação de um serviço de qualidade, flexível e a baixo custo. Além disso, a experiência prévia em projetos de VoIP no NIC.br facilita o processo.

É priorizada, ainda, a utilização de tecnologias abertas, padronizadas pelo IETF, como SIP para a troca de sinalização entre os provedores, ENUM para o armazenamento da informação de numeração telefônica e.164 e o TLS para a garantia de segurança entre as sinalizações.

Além disso, no desenvolvimento do sistema VOIPix, tomamos como premissa que as seguintes características devem estar presentes:


Outras características do VOIPix

O VOIPix será um ponto neutro para contabilização de chamadas:

Interface de fácil utilização:

Informações poderão ser buscadas por participantes através de diferentes mecanismos:

Diferentes modelos para peering:

Um provedor poderá verificar se existem filtros para ele através de interface de gerenciamento.